Se não quer mais perder ponto na prova por bobeira, siga essas dicas.

Atualizado: 1 de Set de 2020

Às vezes há uma questão na prova que o atrai logo de cara, como o farol para um marinheiro perdido.


Você está na prova, tenso, talvez porque travou e teve que "pular" a questão anterior.

Está desesperado para encontrar uma questão que você "mate" sem esforço.


Aí você passa o olho em outra questão, dá uma lida rápida e ela parece ser moleza. Daquele tipo que você fez várias iguais nos "exercícios de fixação" do seu livro ou apostila.


Você sente aquele alívio e pensa "Essa é ponto garantido! Fácil!". E vai para cima dela com tudo! Para "destroçar" a questão.


Aí que mora o perigo! Cuidado!


Faça a questão. Não precisa pular mais essa, mas não a subestime.

A resolva com atenção e cautela.


Muitas questões que parecem "tranquilas" à primeira vista podem ter "uma carta escondida na manga". Pronta para dar uma rasteira em quem for com muita "sede ao pote".


Então, por isso, fique ainda mais atento à detalhes como:


1) Unidades de medida.

- Estão todas coincidindo umas com as outras?

- Pertencem ao mesmo sistema de unidades?

- As unidades de medida dos dados do enunciado são coerentes com a que foi pedida como resposta?


2) O que a questão pediu.

-O resultado pedido é o tradicional que você viu na maioria das questões que já fez ou tem um "quê" a mais? Isso é bem comum em questões que aparentam ser muito fáceis à primeira vista.


3) Os cálculos.

- As "continhas" podem ser um pouco mais complicadas. Faça-as com atenção redobrada.

- Talvez precisará de artifícios matemáticos que você tem pouco treino. Faça devagar.


Como exemplo, veja a questão e resolução abaixo da prova da FAMERP 2020/1.

Quase tudo isso que falei acima, você pode encontrar nela.


Parece uma questão de cinemática básica, mas usa unidades como horas (h) e quilômetros (km) e se você for converter para o S.I. vai gastar tempo desnecessariamente, as contas envolvem números que não são fáceis de simplificar e no final pede a resposta em horas e minutos.




Não é uma questão difícil, mas ela foi feita para testar não apenas seu conhecimento básico em física, mas sua atenção aos detalhes e verdadeiro domínio sobre o tema.


Bons estudos!

Professor Caju.

60 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo